top of page
Buscar
  • Foto do escritorVirtual Connection

Principais ameaças cibernéticas e como proteger sua empresa!

É essencial conhecer as principais ameaças cibernéticas para que sua empresa possa

se proteger e mitigar riscos.


Os ataques à Segurança da Informação são cada vez mais frequentes e precisam ser levados a sério, independentemente do tamanho da sua organização. Desde um pequeno escritório de advocacia, um escritório de contabilidade ou até mesmo uma grande empresa, todos estão correndo riscos, caso não se informem e tomem os cuidados necessários para evitar qualquer um dos tipos de incidentes de segurança da informação.



Quais são as principais ameaças à segurança da informação?

Vamos então listar as principais ameaças à gestão da segurança da você verá que os casos de falha na segurança da informação podem trazer grandes problemas se não tratados com a devida importância. E pode acreditar, esses casos de falha na segurança da informação são mais comuns do que imaginamos.


Vamos então conhecer um pouco sobre cada um deles. As principais ameaças à segurança da informação são:


Negação de Serviços (DDOS): Tem por objetivo derrubar ou tornar mais lentos o sistemas, ou inundá-los com falsas requisições


Sequestro: Bloqueia o acesso ou sistema e criptografa os dados para depois exigir um resgate para devolvê-los.


Instrução e expatriação de dados:

Rouba dados do sistema para aplicar golpes ou vendê-los no mercado negro Defacement:Invade o site e muda a página, deixando alguma mensagem sobre a fragilidade do sistema ou com algum tipo de ativismo ideológico


Phishing:

Criminosos tentam enganar o mesmo corromper funcionários para obter logins e senhas


Há muitas formas de se proteger desses tipos de ataques, mas sua simplicidade e a falta de preocupação de algumas empresas fazem deles, muito recorrente Prevenção é o melhor remédio. Como você pôde ver, são muitos os exemplos de incidentes de segurança da informação que podem atingir as empresas e estes que você viu aqui não são os únicos.


Portanto, as empresas precisam estar sempre preparadas, adotando as melhores práticas para minimizar os riscos de incidentes de Segurança da Informação.



1 - Evite senhas comuns: Senhas fracas, comuns e reutilizadas são fáceis de lembrar, mas também são fáceis para os invasores adivinharem. Imponha uma política que exija senhas longas, aleatórias e exclusivas.


2 - Proteja toda a superfície de ataque: Os cibercriminosos procurarão qualquer lacuna nas defesas de uma empresa para explorar. Saiba o que está conectado à sua rede e limite o acesso a usuários autorizados.


3 - Implemente a segmentação de rede: Uma vez dentro da rede de uma empresa, um invasor provavelmente se moverá lateralmente para acessar sistemas críticos e dados confidenciais. Segmentar sua rede em zonas com base nas necessidades de negócios pode ajudar a evitar esse movimento lateral.


4 - Aplique política de segurança: Toda empresa deve ter uma política de segurança, e essa política deve ser aplicada para ser eficaz. Eduque os funcionários e monitore as violações.


5 - Monitore as mídias sociais: As mídias sociais produzem muitas informações para invasores que desejam realizar spear phishing e outros ataques. Monitore as mídias sociais em busca de informações confidenciais e treine os funcionários sobre seus riscos.


6 - Criptografe dados confidenciais: Toda empresa possui informações confidenciais que não devem ser expostas, como propriedades intelectuais e dados de clientes. Todos as informações confidenciais devem ser criptografadas.


7 - Mantenha os sistemas atualizados: Os cibercriminosos geralmente exploram vulnerabilidades não corrigidas e defesas desatualizadas em seus ataques. Instalar patches e manter os sistemas atualizados é essencial para protegê-los contra ataques.


8 - Proteja a nuvem: A computação em nuvem pode oferecer benefícios comerciais significativos, mas as implementações em nuvem não seguras também criam riscos de segurança. Só devem mover dados e aplicativos para a nuvem depois de garantir que a infraestrutura esteja configurada e protegida adequadamente.


9 - Limite de acesso e privilégios: Nem todo funcionário precisa de acesso administrativo ao computador, especialmente quando um simples erro pode resultar em uma infecção por ransomware ou violação de dados. Limite os funcionários a contas de nível básico para reduzir o impacto se um invasor adivinhar ou descobrir sua senha.


10 - Crie regras de BYOD: Permitir que os funcionários trabalhem em dispositivos pessoais pode aumentar a produtividade. No entanto, também é importante estabelecer regras básicas de BYOD para garantir que as políticas de segurança corporativa sejam seguidas e aplicadas.


Não existe sistema 100% seguro, mas podemos aumentar a maturidade da Segurança da Informação nas empresas.



Referência:



Conheça mais do Francis no Linkedin:



31 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page